Visualizações de páginas da semana passada

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

LOGUN

Get this widget | Track details | eSnips Social DNA


















Get this widget | Track details | eSnips Social DNA   

DIA
: Quinta-feir
CORES: Azul-turquesa e Amarelo-ouro SÍMBOLOS: Balança, Ofá, Abebè e Cavalo-marinhoELEMENTOS: Terra (floresta) e Água (de rios e cachoeiras)DOMÍNIOS: Riqueza, Fartura e BelezaSAUDAÇÃO: Logun ô akofá!!!

Logun Edé (lógunèdè) é o orixá da riqueza e da fartura, filho de Oxum e Oxóssi, deus da guerra e da água. É, sem dúvida, um dos mais bonitos orixás do Candomblé, já que a beleza é uma das principais características dos seus pais.

Caçador habilidoso e príncipe soberbo, Logun Edé reúne os domínios de Oxóssi e Oxum e quase tudo que se sabe a seu respeito gira em torno de sua paternidade.

Apesar de sua história, é preciso esclarecer que Logu
n Edé não muda de sexo a cada seis meses, ele é um orixá do sexo masculino. Sua dualidade se dá em nível comportamental, já que em determinadas ocasiões pode ser doce e benevolente como Oxum e em outras, sério e solitário como Oxóssi. Logun Edé é um orixá de contradições; nele os opostos se alternam, é o deus da surpresa e do inesperado.



Na Nigéria, a cidade de Logun Edé chama-se Ilesa e é uma das mais ricas e prósperas da África, mas o seu culto na região está em via de extinção.
Na África negra, dizem que Logun Edé seria na verdade Ólòlún Ode – o guerreiro caçador – o maior entre todos os caçadores, pai de todos eles, inclusive de Oxóssi. E se observarmos a cantiga de Oxóssi, veremos que expressão Omo ode, ou seja, filho do caçador, é constante, podendo inferir certa lógica nas histórias contadas pelos africanos.

Oxum Yéyé Ipondá e Odé Erinlé são, respectivamente, as qualidades de Oxum e Oxóssi que se consideram os pais de Logun Edé.
A história revela que Oxóssi, feliz pelo filho vindouro, declarou a Oxum o seu amor e pediu a ela posse do menino:


- Oxum, por amor a você, quero que Logun Edé fique comigo, vou ensiná-lo a caçar. Comigo ele aprenderá os segredos da floresta.
Mas Oxum também amava Logun Edé e por maior que fosse seu amor por Oxóssi ela não poderia separar-se de seu filho então declarou:



- Logun Edé viverá seis meses com sua mãe e seis meses com o seu pai, comerá do peixe e da caça. Ele será Oxóssi e será Oxum, mas sem deixar de ser ele mesmo, Logun Edé: uma princesa na floresta e um caçador sobre as ondas!


Características dos filhos de Logun Edé
Os filhos de Logun Edé possuem as características de Oxum, ou seja, narcisismo, vaidade, gosto pelo luxo, sensualidade, beleza, charme, elegância. Tem também características em comum com Oxóssi, ou seja, beleza, vaidade, cautela, objectividade e segurança.


No entanto, há características de Logun Edé que não pertencem nem a Oxum nem a Oxóssi. Na verdade, ele reúne o arquétipo de ambos, mas de forma superficial. A superficialidade é a marca dos filhos de Logun Edé, porque eles, ao contrário dos filhos de Oxóssi e de Oxum não têm certeza do que são nem do que querem. As qualidades de Oxum e de Oxóssi amenizam-se em Logun Edé, mas, em compensação, os defeitos são exacerbados. Dessa forma, os filhos de Logun Edé são extremamente soberbos arrogantes e prepotentes.








Mas algo não se pode negar: os filhos de Logun Edé são bonitos e possuem olho-de-gato, algo que atrai e repele ao mesmo tempo. São do tipo ‘bonitinho mas ordinário’. São mandões, os donos da verdade, os mais belos, cujo ego não cabe em si. Melhor não lhes fazer elogios em sua presença, a não ser que queira ver sua imensa cauda de pavão abrindo-se em leque. Quando têm consciência de que conseguem controlar os seus defeitos, os filhos de Logun Edé tornam-se pessoas muito agradáveis.
Os filhos de Logun Odé não andam! Pairam sobre o ar!


Oferenda para Logun Edé para pedidos de prosperidade e amor

1 alguidar grande

milho de galinha

feijão fradinho

azeite de dende

coco seco sem a casca

1 cebola comum

7 moedas douradas ( lavadas e secas )

1 vela de sete dias branca ou 7 velas comuns


Modo de preparo:

Cozinhar o milho de galinha, já lavado e escolhido, até que os grãos se partam, deixe esfriar.

Cozinhar o feijão fradinho, quando ele estiver mole colocar um pouco de dendê junto com uma cebola ralada, ir mexendo com a colher de pau até que vire uma pasta ( omolocum ),deixe esfriar naturalmente.

Coloque em uma metade do alguidar o milho cozido e na outra o omolocum, na parte onde esta o milho enfeite com o coco cortado em lascas e na parte que esta o omolocum, enfeite com as moedas. Passe o alguidar simbolicamente pelo corpo de cima para baixo, fazendo seus pedidos a Logun Edé, acenda a vela, saudando Logun 6 vezes, refaça seus pedidos junto com suas orações.

A vela de sete dias deve ser acesa ao fazer o ebó em casa ou terreiro, quando for fazer em pontos da natureza deve-se acender velas comuns, tomando-se cuidado para não por fogo no local, este ebó deve ser feito em período de lua crescente ou cheia


Ebó de Logun Edé ( sorte, prosperidade , amor ) 
Material:

7 maças vermelhas

1 cacho de uva rosada

1 pera

1 pêssego

1 laranja lima

1 melão

7 folhas de louro verde

7 moedas douradas

7 ovos de codorna cru

1 alguidar

1 vela de sete dias branca ou 7 velas comuns

vinho licoroso

1 alguidar

Modo de preparo:


Cortar o melão em 7 pedaços retirando as sementes e colocar no alguidar, cortar todas as outras frutas em 4 pedaços , passar pelo corpo simbolicamente de baixo para cima fazendo seus pedidos a Logun Edé e por no alguidar,passe as moedas, os ovos e as folhas de louro da mesma forma e enfeite o ebó, regue tudo com o vinho licoroso. Acenda a vela saudando Logun-Edé 6 vezes, faça seus orações e reforçe seus pedidos.


Fazer este ebó na passagem da lua crescente para a cheia 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário